TRAVESSIAS INTERATIVAS – VOLUME III

1º SEMESTRE/2012

LITERATURA, LINGUAGENS E EDUCAÇÃO: PERSPECTIVAS PÓS-MODERNAS

(Editorial)

Chegamos ao terceiro volume da revista Travessias Interativas, depois de todo o esforço de nosso corpo editorial em selecionar os textos, primando pela qualidade e pela pertinência das propostas submetidas. Este terceiro volume sela um ano do surgimento da revista, que agora deixa de ser multidisciplinar e passa a ser de Letras, o que nos permitirá maior especificidade e concentração de abordagens temáticas.

Neste volume, houve alterações em nosso corpo editorial, que, pela necessidade, ganhou dois novos membros: Prof. Dr. Antônio Donizeti Pires (UNESP/Araraquara) e Profa. Dra. Milca Tscherne (UNIESP/Ribeirão Preto). Não posso deixar de expressar meu contentamento em ter como integrante desta comissão o professor Antônio, que, além de pesquisador brilhante, é amigo já de longa jornada, dentro e fora das trilhas acadêmicas. Obrigado pelo aceite de ambos! Igualmente agradecemos ao Prof. Silas Gutierrez pelo auxílio prestado nestes três volumes.

A partir do segundo volume, a revista agregou nova sessão, intitulada Autor Convidado, que divulga artigo ou entrevista com autores de obras literárias. Neste terceiro, inauguramos uma terceira sessão, que publica resenhas de obras publicadas nos últimos cinco anos. Tais propostas sinalizam maior prestígio e necessidade de crescimento no âmbito da pesquisa científica, conforme atestam os inúmeros acessos realizados.

Abrindo o volume, em Autor Convidado, apresentamos uma entrevista com o poeta contemporâneo e grande amigo Alexei Bueno. Atuante na crítica e na produção literária, Alexei teve destaque em várias publicações, das quais podemos ressaltar, entre tantas outras obras poéticas, os livros As escadas da torre (1984), Poemas gregos (1985), A juventude dos deuses (1996), Entusiasmo (1997) e As desaparições (2009).

Em seguida, aparecem cinco artigos que exploram, de algum modo, o universo das linguagens, das literaturas e da educação em suas manifestações contemporâneas. O primeiro artigo, intitulado “Teatro moderno: a peça de um só ato e o diálogo dramático num monólogo polifônico português”, de Milca Tscherne (UNIESP/Ribeirão Preto), informa o modo como o drama contemporâneo de um só ato despoja-se de elementos da tradição dramática; a autora se vale do monólogo dramático A lei é a lei (1977), do escritor português Luiz Francisco Rebello. Na sequência, o artigo de Valéria Castrequini (UNIESP/Ribeirão Preto) – “Interdisciplinaridade: teoria e prática” – repensa o conceito de “interdisciplinaridade”, associando-o diretamente à prática pedagógica em cursos de licenciatura, com enfoque no curso de Letras. O terceiro artigo, de Raquel Bevilaqua (UFSM) e Jacira Miolo Leal (UNIFRA), aborda “O documentário como ferramenta de ensino em uma turma de PROEJA: comunicação e cidadania”; no texto, as autoras discutem, com embasamento prático, o letramento de jovens e adultos no ensino fundamental. Em “A criatividade no ensino de línguas na formação superior”, Beatriz Pereira de Santana (FMU), Ernestina de Lourdes C. Frigelg (UPM) e Silza Maria Librelon Raia (FATEC/SP) trazem uma discussão pertinente à prática do ensino de línguas nos cursos de nível superior, com destaque à criatividade e ao multiculturalismo. Por último, temos o artigo de Maria Francisca Valiente (CPTL/UFMS) e Margarida Xisto da Silva Soares (CPTL/UFMS) – “As relações de poder/saber no documento: carta de apresentação do SAEMS – 2011” –, que traz uma análise crítica do documento oficial: carta de apresentação do Manual do Professor Aplicador do Sistema de Avaliação da Educação da Rede Pública de Mato Grosso do Sul (SAEMS) – 2011, investigando relações de poder e saber.

Na terceira parte da revista, aparecem três resenhas de obras literárias, sendo a primeira referente à obra O dom do crime (Marco Lucchesi – 2010), produzida por Alexandre de Melo Andrade (UNIESP/Ribeirão Preto); a segunda, sobre a obra As desaparições (Alexei Bueno – 2009), por Carlos Eduardo Marcos Bonfá (UNICAMP); e a terceira, sobre a obra Com certeza tenho amor (Marina Colasanti – 2009), por Raphaela Magalhães Portella Henriques (UNIESP/Ribeirão Preto).

Agradecemos a todos os contribuintes, entre articulistas e pareceristas, que colaboraram para este volume. Desejamos que estas leituras proporcionem reflexões, de modo a colaborar para novos olhares e novas discussões, tanto no âmbito da produção literária quanto da prática pedagógica das linguagens.

 

Prof. Dr. Alexandre de Melo Andrade

(Editor)

 

 

Vol. 3, n. 3, 2012

............................................................................................................................

AUTOR CONVIDADO
ENTREVISTA COM ALEXEI BUENO
Por:
Alexandre de Melo Andrade
Ler Entrevista - Download da Entrevista

............................................................................................................................


TEATRO MODERNO: A PEÇA DE UM SÓ ATO E O DIÁLOGO DRAMÁTICO NUM MONÓLOGO POLIFÔNICO PORTUGUÊS
MODERN THEATRE: THE ONE ACT PLAY AND CHANGE OF CONFLICT IN A PORTUGUESE MONOLOGUE
Milca TSCHERNE

Ler Artigo Completo - Download do Artigo Completo

RESUMO: Este artigo reflete sobre o diálogo dramático na estrutura da peça de ato único que, despojada de alguns elementos, defini-se pela supressão de partes e pelo deslocamento de alguns componentes do drama convencional. Para isso, há um breve resgate de importantes dramaturgos europeus do século XIX, que se valeram dessa forma dramática, a fim de se chegar à contemporaneidade do monólogo dramático A lei é a lei (1977), do dramaturgo português Luiz Francisco Rebello.

PALAVRAS-CHAVE: Teatro Moderno, peça de ato único; dramaturgia, diálogo dramático; Luiz Francisco Rebello.

............................................................................................................................


 

INTERDISCIPLINARIDADE: TEORIA E PRÁTICA
INTERDISCIPLINATIRY: THEORY AND PRACTICE
Valéria da Fonseca CASTREQUINI

Ler Artigo Completo - Download do Artigo Completo

RESUMO: A interdisciplinaridade tem sido muito discutida nas últimas décadas, principalmente com os novos meios de comunicação e a rapidez com que as informações são transmitidas no mundo contemporâneo. Compreender este sistema exige reflexão, diálogo e ação nos sistemas educacionais. O objetivo deste artigo é compreender o significado da interdisciplinaridade e sua manifestação no ensino superior, principalmente em cursos de licenciatura em Letras.

PALAVRAS-CHAVE: interdisciplinaridade; educação; práticas interdisciplinares.

............................................................................................................................


 

O DOCUMENTÁRIO COMO FERRAMENTA DE ENSINO EM UMA TURMA DE PROEJA: COMUNICAÇÃO E CIDADANIA
THE DOCUMENTARY AS A TEACHING TOOL IN AN ADULT VOCATIONAL CLASS: COMMUNICATION AND CITIZENSHIP
Raquel BEVILAQUA
Jacira Miolo LEAL

Ler Artigo Completo - Download do Artigo Completo

RESUMO: Jovens e adultos têm tido a oportunidade retornar à escola por meio de uma parceria recente entre instituições federais profissionalizantes e escolas da rede municipal de ensino. Esta parceria tornou-se possível a parti do ano de 2007, quando o governo federal tornou público um programa educacional, conhecido como PROEJA FIC, que integra cursos profissionalizantes à educação básica com a finalidade de oferecer aos trabalhadores uma formação inicial e continuada. Este texto apresenta uma experiência de letramento com uma turma de jovens e adultos do nível fundamental de ensino. Tal experiência está baseada nos Novos Estudos do Letramento ou Multiletramentos (STREET, 2003; KLEIMAN, 2006; ROJO, 2009) e na pedagogia de gêneros (MOTTA-ROTH, 2008; BAZERMAN, 2005). O gênero documentário foi o ponto de início da experiência e foi utilizado para mobilizar a comunicação e debater criticamente sobre cidadania.

PALAVRAS-CHAVE: letramentos; educação de jovens e adultos; cidadania.

............................................................................................................................

A CRIATIVIDADE NO ENSINO DE LÍNGUAS NA FORMAÇÃO SUPERIOR
CREATIVITY IN LANGUAGE TEACHING IN HIGHER EDUCATION
Beatriz Pereira de SANTANA
Ernestina de Lourdes C. FRIGELG
Silza Maria Librelon RAIA

Ler Artigo Completo - Download do Artigo Completo

RESUMO: O objetivo do presente artigo é estabelecer algumas considerações sobre o processo de ensino de línguas - portuguesa e inglesa - nas instituições de ensino superior brasileiras e o seu papel no desenvolvimento de competências e de habilidades dos profissionais que necessitam interagir num mercado multicultural.

PALAVRAS-CHAVE: ensino superior; criatividade; ensino; língua portuguesa; língua inglesa.

............................................................................................................................

AS RELAÇÕES DE PODER/SABER NO DOCUMENTO: CARTA DE APRESENTAÇÃO DO SAEMS- 2011.
RELATIONS OF POWER / KNOWLEDGE IN DOCUMENT: LETTER OF PRESENTATION SAEMS-2011.

Maria Francisca VALIENTE
Margarida Xisto da Silva SOARES

Ler Artigo Completo - Download do Artigo Completo

RESUMO: O presente artigo tem por objetivo estudar o discurso do documento oficial: carta de apresentação do Manual do Professor Aplicador do Sistema de Avaliação da Educação da Rede Pública de Mato Grosso do Sul (SAEMS) – 2011. O estudo propõe-se investigar como se constituem os jogos discursivos de poder/saber e os efeitos de poder que regem esse discurso (Discurso Político Pedagógico). Supõe-se haver no discurso oficial certa naturalização dos dizeres em virtude da autoridade que o documento traz consigo e que lhe permite delegar poderes aos que estão institucionalmente autorizados e legitimados a manejá-lo. Como recurso metodológico, utilizasse-se, em especial, o método arqueogenealógico de Foucault, pois se problematiza porque o discurso em questão se reproduz enquanto “regime de verdade”, pouco questionável. Como aporte teórico detém-se às teorias da Análise do Discurso e à Linguística Aplicada. A partir das análises, temos entendido que a argumentação dos discursos em questão se constrói a partir de representações de liberdade e de democracia que podem se encontrar coerentes com o momento histórico-social, fazendo com que a carta seja entendida como documento de bem comum e de progresso, tentando camuflar as emergências de poder, que são aqui desconstruídas por meio da materialidade linguística.

PALAVRAS-CHAVE: Linguística Aplicada. Discurso Oficial. Regime de verdade.


Resenhas


 

O DOM DO CRIME, DE MARCO LUCCHESI: LITERATURA, DIÁLOGO E CONFLUÊNCIAS
Alexandre de Melo ANDRADE

Ler Resenha - Download da Resenha

............................................................................................................................


AS DESAPARIÇÕES (ALEXEI BUENO)
Carlos Eduardo Marcos BONFÁ

Ler Resenha - Download da Resenha

............................................................................................................................


COM CERTEZA TENHO AMOR: A LITERATURA MÍTICA E MARAVILHOSA COMO DESCOBERTA DE NÓS MESMOS
Raphaela Magalhães Portella HENRIQUES

Ler Resenha - Download da Resenha